AFD: ator importante e inovador no financiamento pró-clima

A AFD no Brasil

Brasil 

                                                    Photo © Guillaume Chiron  

Com pouco mais de 200 milhões de habitantes e uma superfície de 8,5 milhões de km ², o Brasil se situa entre as potências emergentes do mundo, mostrando-se como um ator incontornável nas negociações internacionais. No entanto, o país atualmente enfrenta inúmeros desafios econômicos, sociais e ambientais - empecilhos pra o alcance de um desenvolvimento sustentável e inclusivo. Para adquirir uma maior competitividade, o Brasil necessita formar uma mão-de-obra qualificada, melhorar sua produtividade e desenvolver suas infraestruturas. Apesar de suas políticas sociais ambiciosas, mais de um quarto dos habitantes das megalópoles do Rio de Janeiro e de São Paulo ainda vivem em favelas, de modo que o Brasil continua pertencendo ao grupo dos países mais desiguais do mundo. Por fim, a preservação de seus recursos naturais, que são excepcionalmente ricos, constitui-se em outro grande desafio.

 

Atualidades

Agir para a adaptação das cidades frente às mudanças climáticas

14/03/2016

Conscientes de suas vulnerabilidades, as metrópoles brasileiras se mobilizam para elaborarem planos de ação territorial de mudanças climáticas– e a AFD apoia tais iniciativas. Esta foi a mobilização principal da II Jornada sobre Cidades e Mudanças Climáticas, ocorrida nos dias 24 e 25 de fevereiro.

Em associação com o ICLEI-Governos Locais pela Sustentabilidade, o grupo de secretários de meio ambiente das 26 capitais dos estados brasileiros e do Distrito Federal (CB27) se reuniu no final de fevereiro em Fortaleza para estabelecer um plano de ação “pós-COP 21”. A AFD participou do encontro, ao lado do Embaixador da França no Brasil, Laurent Bili, para promover o plano de ação Lima-Paris, apoiado pela presidência francesa da COP, e para dialogar sobre o tema das cidades sustentáveis.



SUNREF, um selo para o financiamento verde

01/03/2016

O site da SUNREF está no ar. Ele é  dedicado ao financiamento de empresas por meio de bancos parceiros locais, fornecendo uma plataforma para a difusão de conhecimento e um canal de networking para atores do setor, visando uma melhor eficiência operacional. A página se insere na jornada para a constituição de um “ecossistema de financiamento verde”.


  O objetivo do programa SUNREF, o selo de financiamento verde da AFD, é de facilitar o acesso à uma energia sustentável que garanta o desenvolvimento de uma economia com menor emissão de carbono; assim como participar na mitigação das causas das mudanças climáticas. No Brasil, a AFD está engajada numa parceria com o BNDES, na forma de uma linha de crédito verde. Buscam-se apoiar investimentos de empresas que sejam voltados para o setor de energia, incluindo inovações (redes inteligentes e energias renováveis inovadoras, como a solar), eficiência  e energias renováveis (eólica, pequenas centrais hidrelétricas, biomassa de segunda geração).



60Soluções termina seu périplo no Rio de Janeiro

13/01/2016

A exposição fotográfica “60 Soluções Frente às Mudanças Climáticas” está instalada na Biblioteca Parque até o fim de fevereiro.

Abertura da exposição na Biblioteca Parque

Após ter percorrido milhares de quilômetros e visitado 6 cidades brasileiras entre abril e dezembro de 2015, do Nordeste a São Paulo, a exposição “60 Soluções Frente às Mudanças Climáticas” faz sua última escala. Até o final de fevereiro, a mostra de fotografias está agora visível para o público no coração da Cidade Maravilhosa, na Biblioteca Parque. Esta etapa final foi inaugurada pelo embaixador da França no Brasil, Laurent Bili, no último dia 1° de dezembro e marcou o início da COP21 em Paris. A respeito de tais iniciativas, o embaixador declarou no evento: "na minha carreira de diplomata, nunca vi uma mobilização tão grande para lutar contra o aquecimento global".

A circulação da exposição, orquestrada em parceria com a embaixada, fez parte do projeto “Caravana do Clima no Brasil”, e se tratou de um ponto forte do setor de comunicação da agência AFD de Brasília em 2015. Uma reportagem da televisão sobre a exposição pode ser encontrada aqui. Somaram-se ainda uma série de eventos e seminários: “International Workshop on Climate Change Economics and Finance” com o BNDES em São Paulo; a mesa-redonda “Cidades e Clima” durante o 3° encontro dos municípios brasileiros com o desenvolvimento sustentável (III EMDS) em Brasília; o seminário “Cidades Resilientes, Comunidade e Clima” (SECIRE), em Curitiba. A agência também se mobilizou para garantir a visibilidade da parceria entre a AFD e o estado de Minas Gerais durante os side events da COP21. Foi exposta a sua iniciativa pioneira para o “Plano de Energia e Mudanças Climáticas”, em cooperação com a ADEME (Agência de Meio Ambiente e Gestão da Energia) e a região do Nord-Pas de Calais. Esta mobilização seguirá em 2016, para um compartilhamento da experiência do plano climático com outros entes federados brasileiros.

 

 

 



 
 
1 
2  3  4  5   ... 
 
 
Archives

Test