A AFD no 7o Fórum Urbano Mundial, em Medellín
5 - 11 abril 2014

 

 

Para responder às questões da crescente urbanização mundial, a ONU-Habitat organiza, desde 2002 e a cada dois anos, o  Fórum Urbano Mundial (FUM). Principal conferência internacional sobre as temáticas das cidades e da urbanização, o Fórum reuniu em 2010, no Rio de Janeiro, e em 2012, em Nápoles, aproximadamente 10.000 participantes

O 7o Fórum Urbano Mundial (FUM), organizado em abril de 2014 em Medellín, Colômbia, representa uma oportunidade de subsidiar a reflexão sobre a urbanização contemporânea, de lançar as bases para a conferência “Habitat III” em 2016 e de redefinir a agenda urbana internacional dos próximos 20 anos.

A escolha da cidade emblemática de Medelim dá a esta edição uma forte tonalidade. Ao escolher um título quase militante, "Urban Equity in Development - Cities for life", o evento adquire um perfil claramente inovador, reposicionando a questão social no coração dos debates sobre a sustentabilidade urbana.

A participação da AFD no FUM de 2014 traduz a sua vontade de contribuir para a reflexão e para as orientações em prol de um desenvolvimento urbano sustentável em escala mundial. Essa proposta faz parte da ação da cooperação francesa em favor do fortalecimento dos governos locais, do planejamento urbano territorial e do combate às mudanças climáticas.

 

O desafio urbano em números

5 milhões de novos habitantes chegam a cada mês às cidades dos países em desenvolvimento 70% da população mundial viverá nas cidades em 2050, segundo ONU-Habitat Investimentos necessários nas cidades africanas estimados em 90 bilhões de euros
Mais de 1 bilhão de indivíduos vivem atualmente nas favelas. Se nada for feito, serão 3 bilhões em 2050 Em 2025, 13 das 15 megalópoles de mais de 20 milhões de habitantes estarão nos países em desenvolvimento Kinshasa e Lagos ganham, cada uma, aproximadamente, 1.000 habitantes por dia, o que equivale, em um ano, a uma cidade como Toulouse
Última atualização em Outubro 2016

Test