Moçambique

Imenso território da África Austral orlado pelo Oceano Índico, Moçambique ostenta, há duas décadas, um forte crescimento econômico. Hoje, o desafio consiste em melhor dividir as riquezas e garantir à população o acesso aos serviços básicos. A AFD acompanha o país na modernização das suas infraestruturas e na preservação da biodiversidade.
  • logo linkedin
  • logo google plus
  • logo email
Moçambique, Limpopo, Mounier
A AFD e Moçambique: diminuir a pobreza e preoteger o meio ambiente
Moçambique, Limpopo, Mounier

Apoiar o acesso universal à água

Barragem, água, Moçambique, Faria

Apoiar o acesso universal à água

O país ostenta um importante crescimento há 20 anos. Porém, parte da população ainda não tem acesso aos serviços básicos. O acesso à água e ao saneamento, em especial, é insuficiente e desigual (com forte disparidade entre áreas urbanas e rurais).

Na capita Maputo, onde a água é um desafio cotidano para metade dos habitantes, a AFD apoia o projeto MWSP ao lado do Banco Europeu de Investimento e da União Europeia. O objetivo é de melhorar e estender o sistema de abastecimento em água potável.

A AFD financia particularmente o abastecimento em água das áreas peri-urbanas, por meio do fortalecimento das redes operadas por “pequenas operadoras privadas”. Ao cabo do projeto, 400.000 pessoas, entre as quais muitas famílias desfavorecidas, terão acesso a uma água de qualidade.

Melhorar o acesso à energia

 Estação elétrica, Songo, Moçambique, energia

Melhorar o acesso à energia

Em Moçambique, a demanda de energia é elevada. A política de eletrificação do governo e a instalação de megaprojetos de mineração aumentam mais ainda as necessidades. Ricamente provida com recursos naturais (hídrico, solar, gás, carvão), Moçambique tem potencial para desempenhar um papel energético regional importante. 

Embora progredindo, o acesso à energia continua limitado: apenas uma pessoa de 5 é conectada à rede. O país deve investir pesadamente para melhorar e reforçar o acesso à energia.

A AFD apoia o desenvolvimento do setor energético desde 1985 e acompanha a companhia nacional Electricidade de Moçambique (EDM). Os nossos financiamentos permitiram:

  • renovar as usinas hidrelétricas de Mavuzi e Chicamba; 
  • construir a usina  térmica de Ressano Garcia; 
  • fortalecer a transmissão elétrica para o sul de Moçambique: linha de transmissão HT Motraco (Mozambican Transmission Company);
  • aumentar a taxa de acesso à rede: projeto de eletrificação peri-urbana EDAP (Energy Development and Access Program).

Proteger e valorizar o meio ambiente

Moçambique, sol, natureza, Gilé

Proteger e valorizar o meio ambiente

Com mais de 20 % do seu território constuído por áreas protegidas, Moçambique afirma a sua vontade de tornar a preservação e o uso sustentável dos recursos naturais um eixo prioritário de desenvolvimento.
 
As riquezas naturais do país atraem cada vez mais turistas. São muitos os parques naturais e de vida selvagem, que abrigam numerosas espécies animmais e completam a oferta turística da vizinha África do Sul. 
A AFD atua no setor com um tríplice objetivo: proteger a biodiversidade, criar oportunidades econômicas (turismo, agricultura sustentável) em benefício da população, e apoiar o desenvolvimento sustentável. 

Dessa forma, contribuímos para:

  •  o desenvolvimento do parque nacional de Limpopo, um projeto demonstrativo, e a proteção das áreas de Quirimbas e Gilé;
  • o combate à caça furtiva.
     
1
bilhão de euros financiados desde 1981
35.000
famílias ganham acesso à água potável
26%
dos financiamentos focalizam a energia

Imenso território da África Austral orlado pelo Oceano Índico, Moçambique conta mais de 28 milhões de habitantes. Desde o fim da guerra civil em 1992, ele ostenta um dos crescimentos econômicos mais fortes do continente. 

O país possui muitos trunfos, ainda pouco explorados: hidreletricidade, petróleo off shore, minas, agricultura ou ainda turismo. Pois Moçambique dispõe de um patrimônio natural excepcional e de muitas áreas protegidas. Sem falar das recentes descobertas de jazidas consideráveis de carvão e de gás que poderiam mudar radicalmente a estrutura econômica do país até 2025.

Mas o crescimento, ligado parcialmente ao apoio da comunidade internacional, não gerou ainda uma verdadeira diminuição da pobreza. Moçambique deve reponder ao desafio de uma melhor distribuição das riquezas, do acesso universal aos serviços básicos (água e energia) e de uma atualização das suas infraestruturas.

Presente desde 1981, a AFD acompanha o desenvolvimento sustentável do país por meio de empréstimos ao setor público (Estado ou empresas públicas) e privado (bancos, empresas, instituições de microcrédito), garantias, subsídios (ONGs, estudos, fortalecimento de capacidades),  missões de assistência técnica e capacitações. 

Interactive map
This map is for illustrative purposes only and does not engage the responsibility of the AFD Group
TEMÁTICAS
TIPO DE FINANCIAMENTO
Antennas
Filters

TEMÁTICAS

Tout cocher
Tout décocher

TIPO DE FINANCIAMENTO

Tout cocher
Tout décocher

Antennas

Display local antennas

Filters

Iniciar a pesquisa
See map of all projects

O novo mundo dos estudantes em Moçambique

Após um longo período de guerra, o sistema educativo de Moçambique devia ser totalmente reconstruído. O Estado empenhou esforços consideráveis para matricular a grande maioria das crianças do país. Agora, é preciso propor uma educação de maior qualidade... A AFD apoia esse objetivo ao financiar a Academia Aga Khan de Maputo.
Know more

Download