São Tomé E Príncipe

Estado insular do Golfo da Guiné, São Tomé e Príncipe padece do seu isolamento e pena para diversificar a respectiva economia. Esta última depende fortemente da agricultura, ainda pouco produtiva e pouco diversificada, além de, sobretudo, voltada para a produção de cacau. A AFD acompanha o país neste setor, no intuito de favorecer uma agricultura sustentável e equitativa.
  • logo linkedin
  • logo google plus
  • logo email
São Tomé E Príncipe
A AFD E SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE: APOIAR O SETOR AGRÍCOLA
agricultura, plantação de bananas

Estimular a agricultura orgânica e equitativa

agricultura, RCA

Estimular a agricultura orgânica e equitativa

A agricultura ocupe posição essencial na economia de São Tomé e Príncipe: ela representa cerca de 20% do PIB e 80% das receitas oriundas das exportações do país, empregando mais da metade da população (60%). Com 3.000 toneladas ao ano, a produção de cacau é predominante e provê a principal parcela das receitas obtidas com exportações. As produções de café e de pimenta do reino, outras culturas importantes e escala nacional, estão com frequência associadas a culturas de subsistência (banana, tubérculos, legumes). 

O país tem foco em um mercado de nicho com alto valor agregado e baseado na exportação. Portanto, ele aposta em práticas agrícolas ambientalmente responsáveis e equitativa no tocante aos pequenos produtores. Entretanto, o setor agrícola é pouco produtivo, desestruturado e fortemente dependente de ajuda externa. 

Em estreita colaboração com o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA), a AFD assessora o Ministério da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e da Pesca de São Tomé e Príncipe no sentido de apoiar a pequena agricultura comercial, visando melhorar as condições de vida dos pequenos produtores.

1,9
milhões de euros investidos desde 2008
43
anos de atividades em São Tomé e Príncipe

Antiga colônia portuguesa até 1975, São Tomé e Príncipe é um arquipélago situado no Golfo da Guiné e componente de uma cadeia vulcânica. Pequeno país de aproximadamente 1.001 km2 e povoado por uma população de 200.000 habitantes (2017), São Tomé e Príncipe é um dos "Pequenos Estados insulares em desenvolvimento" (Small Island Developing States, UNDESA), particularmente vulneráveis às mudanças climáticas e à elevação do nível do mar. 

Seu PIB/habitante alcança cerca de 1.730 dólares americanos (Banco Mundial, 2016). A pobreza ainda é forte: um terço da população vive abaixo do limiar de pobreza (1,9 dólar por dia e por pessoa) e dois terços vivem com 3,2 dólares por dia. Contudo, o arquipélago realizou grandes avanços nos setores sociais: atualmente, 60% da população tem acesso à eletricidade e 97% à água. 

Em razão do seu caráter insular, São Tomé enfrenta várias dificuldades. O país é efetivamente dependente das importações de bens de capital, de alimentos, bem como de derivados de petróleo, os quais possibilitam a operação das usinas termoelétricas. Além disso, seu isolamento tem forte impacto nos custos de exportação e de importação de bens. A disponibilidade limitada de terras e de recursos humanos entrava a diversificação da economia do país, uma economia ainda amplamente dominada pela agricultura (cacau, café, pimenta do reino, azeite de dendê) e pela pesca. 

Entretanto, alguns setores, como o turismo, estão em desenvolvimento. A AFD acompanha o arquipélago desde 1976 e atua atualmente no setor agrícola, a fim de favorecer a estruturação do mundo agrícola e de estimular o desenvolvimento de uma agricultura orgânica e equitativa.

Interactive map
This map is for illustrative purposes only and does not engage the responsibility of the AFD Group
TEMÁTICAS
TIPO DE FINANCIAMENTO
Antennas
Filters

TEMÁTICAS

Tout cocher
Tout décocher

TIPO DE FINANCIAMENTO

Tout cocher
Tout décocher

Antennas

Display local antennas

Filters

Iniciar a pesquisa
See map of all projects

Contact