Temps forts
O ano 2022 foi marcado por transformações geopolíticas com repercussões internacionais, sobretudo em termos de segurança alimentar, e por acontecimentos emblemáticos para o clima e a biodiversidade. Como o Grupo AFD se posicionou para enfrentar estes grandes desafios?

1A partir de 1º de janeiro de 2022, o Grupo AFD se reforçou ainda mais com a integração da Expertise France, agência interministerial de cooperação técnica internacional. Com sua subsidiária dedicada ao setor privado, Proparco, o Grupo oferece agora uma linha completa e complementar de serviços para prosseguir sua ação em áreas-chave de intervenção.

 

2

Essas áreas são claramente identificadas num Relatório de Atividades e Responsabilidade Social (Rares) “100% ODS: o clima, a biodiversidade, a paz, a igualdade entre homens e mulheres, a educação, a saúde. No total, mais de 4.000 projetos, incluindo 995 novos projetos em 2021, estão sendo implementados em mais de 150 países e em 11 departamentos e territórios franceses ultramarinos.

Entre os projetos acompanhados pela Expertise France: Biodev 2030, financiado pela AFD, que visa, principalmente, melhorar as práticas de pesca e aquicultura, protegendo melhor a biodiversidade e os oceanos.
 

3Durante o One Ocean Summit de Brest, em fevereiro de 2022, a AFD assinou os princípios de financiamento da economia azul do Programa Mundial das Nações Unidas para o meio ambiente: 14 compromissos que permitem a infusão de conceitos de conservação e sustentabilidade nos setores ligados aos oceanos (pesca, transporte, energias renováveis marinhas, turismo, etc.).

Mais de 6 bilhões de euros foram engajados pela AFD desde 2008 com projetos em favor da economia marítima e costeira e da proteção dos ecossistemas marinhos e costeiros: A iniciativa Clean Oceans em Lomé, Togo, Uma aplicação para promover práticas de pesca sustentável no México, o fundo BACoMaB para proteger a biodiversidade marinha no Parque Nacional do Banco de Arguim na Mauritânia…
 

4Independentemente do campo de ação, para concretizar eficazmente as parcerias em matéria de desenvolvimento sustentável e de solidariedade, é ainda necessário definir a natureza dessas parcerias. Em vésperas da cúpula União Africana - União Europeia de 17 e 18 de fevereiro de 2022, a conferência “Investir juntos, para uma nova aliança entre a África e a Europa”, no âmbito da presidência francesa do Conselho da União Europeia, abriu o debate sobre a necessidade de redefinir os laços entre a África e a Europa. Uma nova aliança que deve “recusar qualquer assimetria e olhar para um futuro sustentável comum”, de acordo com o filósofo e historiador Achille Mbembe. 

Entre as prioridades para continuar a apoiar a economia africana, que conheceu uma recuperação pós-Covid real, mas metade menos forte que no resto do mundo: investir em infraestrutura sustentável, dar mais espaço à sociedade civil ou financiar o empreendedorismo africano, como o Choose Africa
 

5O ano 2022 também foi infelizmente marcado pelo início da guerra russo-ucraniana, com consequências terríveis para as populações locais, mas também para os países africanos, que dependem da importação de matérias primas agrícolas. No Sahel, por exemplo, para atender à urgência da insegurança alimentar, a AFD aposta em ferramentas que se adaptam aos contextos locais, como o Fundo Minka de Paz e Resiliência. A longo prazo, o Grupo acompanha o progresso em direção à autonomia alimentar para limitar as importações. No Chade, o Grupo AFD apoia o desenvolvimento da produção agrícola na região do Bahr Linia.
 

6A segurança alimentar foi uma das temáticas emblemáticas da COP27 em Charm el-Cheikh, no Egito, em novembro, e da COP15 biodiversidade em Montreal, em dezembro - a mudança climática e a degradação do ecossistema têm consequências diretas para os sistemas alimentares. A adaptação, as energias renováveis ou o desmatamento também estiveram no centro das discussões. A AFD foi ainda mais longe em seus compromissos, notadamente ao avançar cada vez mais em direção a um alinhamento a 100% com o Acordo de Paris e planejando o alinhamento com os 23 objetivos do novo Quadro Mundial para a biodiversidade.

Destaques do ano de 2022 do desenvolvimento

Com Expertise France, um Grupo AFD a 360 graus

Relatório de atividade e de responsabilidade societal 2022: Os ODS no centro da ação do Grupo AFD

Por uma nova aliança entre a África e a Europa

Donnez-nous votre votre avis sur notre site web en répondant à notre grande enquête !