• logo linkedin
  • logo email
réseau électrique, énergie, État du Rio Grande do Sul, Brésil, CEEE
Por meio de sua parceria com a companhia pública de energia CEEE, a AFD apoia o desenvolvimento econômico do país protegendo a rede elétrica e melhorando a qualidade do serviço. O aumento da eficiência energética da rede de distribuição está previsto no plano climático do estado.
Contexto

O Brasil é o 7º maior consumidor de energia do mundo e o 1º da América do Sul, com 41% da sua matriz composta por energias renováveis.

No estado do Rio Grande do Sul, a empresa pública de eletricidade Companhia Estadual de Distribuição de Energia Elétrica (CEEE) cobre 1/4 do território do estado, alcançando uma clientela de 3,5 milhões de habitantes — por meio de uma rede de linhas de trans-missão de 66.000 km.

No contexto do aumento estrutural da demanda em torno de 3,2% ao ano no estado do Rio Grande do Sul, a rede e o sistema de produção/transmissão elétrica da CEEE requerem um reforço e extensão importante para acompanhar o desenvolvi-mento econômico da região.

Descrição

O programa tem por finalidade acompanhar o crescimento brasileiro e responder às necessidades da população por meio da promoção de um sistema de distribuição de energia mais confiável e eficiente, contribuindo, assim, para os objetivos nacionais de desenvolvimento de um setor elétrico menos emissivo em carbono.

Os investimentos compreendem a modernização e extensão das infraestrutu-ras de produção (reabilitação das centrais hidroelétricas de Ijuzinho, Passo Real e Itaúba), além da transmissão de alta e média tensão (construção/reabilitação de 24 postos de transformação de 69kV, reno-vação de 142 transformadores de intensi-dade e de 70 transformadores de tensão, equipamento de 20 postos de transformação de sistemas de contrôle) e melhoria das performances comerciais da CEEE por meio da modernização de seu sistema de gestão integrada, o qual recebeu subvenção de 1,5 milhão de euros da Latin America Investment Facility (LAIF) da União Europeia.

Impactos

Melhoria no acesso à eletricidade para mais de 3 milhões de pessoas.

  • As três centrais hidroelétricas aumentarão sua capacidade em 118GWh/ano. O programa permitirá também uma diminuição das perdas nas redes de distribuição de 18,7% a 12,8%. Isso contribuirá para que 15.000 toneladas de emissões de CO2 sejam evitadas.
  • O aumento da capacidade de produção e a instalação de 47 km de linhas de transmissão irão conectar 1,5 milhão de pessoas.
26/09/2012
Data de início do projeto
21/10/2018
Data de finalização do projeto
24 anos
Período de financiamento
Setores
Rio Grande do Sul
Localização
Tipo de financiamento
146 561 943
USD
Montante do financiamento
CEEE-D
CEEE-GT  
Beneficiários
European Union (Latin America Investment Facility – LAIF) La BID
Co-financiadores

O conteúdo desta ficha de projeto é da exclusiva responsabilidade da AFD e não reflete necessariamente as opiniões da União Europeia.